Tempero pronto: mais perigoso do que você imagina

Estamos acostumados a preparar nossas refeições de forma rápida. E tudo que facilitar este processo, é bem-vindo. Mas, os temperos prontos, que encontramos nos supermercados, não são a melhor pedida para nossa saúde. A nutricionista Gisele Vieira revela que os temperos industrializados não são recomendados para o consumo, pois possuem alto teor de sódio. Quando consumido em excesso sobrecarregam os rins, aumentam a pressão arterial e podem causar hipertensão. “Além disso, nestes temperos há adição também de glutamato monossódico, que é um intensificador de sabor, que em excesso, pode causar toxidade” comenta a nutricionista.

sal_1

O consumo diário de sódio recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de, no máximo, duas gramas por dia, o equivalente a aproximadamente cinco gramas de sal. Aqui no Brasil, a OMS estima que o consumo diário de sal por pessoa seja de 12 gramas, mais que o dobro recomendado. E os temperos prontos contribuem para esses dados. Um tablete possui de 0,9 até 1,7g de sódio, correspondendo de 45 a 85% do total diário da recomendação.

A nutricionista Vivian Zanella comenta que “pessoas que possuem pressão alta, colesterol alto ou outras patologias do gênero não devem consumir produtos que tenham em sua composição o glutamato monossódico, pois ele é rico em sódio, fator que contribui para a piora da doença”.

shutterstock_69448459Mas como substituir algo tão prático? Gisele sugere a troca por ervas frescas como alecrim, manjericão, salsa, cebolinha, tomilho, hortelã e orégano que são fontes de vitaminas, minerais e compostos bioativos, além disso possuem valor calórico muito baixo. Os temperos frescos podem ser utilizados em diversas preparações culinárias adicionando sabor e aroma às receitas.

Outra dica é optar por quantidades generosas de cebola, alho, louro, salsinha, cebolinha, pimenta, coentro e outros temperos naturais. Ervas frescas ou secas, assim como pimenta, gergelim e outros, agregam sabor às preparações e também ajudam na redução do uso do sal. Já nas saladas, o uso do limão reduz a necessidade de adição de sal e óleo. A nutricionista ainda fala de outras combinações que podem ser feitas, como o louro em sopas, alecrim em carnes, salsa na macarronada, manjericão no molho de tomate e tomilho na batata.

Para quem quer deixar as refeições mais saudáveis, trouxemos duas receitas de sal de ervas. Confira:

Receita 01

Ingredientes:

1 colher (sopa) de sal

3 colheres de louro

1 colher (sopa) de orégano desidratado

1 colher (sopa) de manjericão desidratado

1 colher (sopa) de alecrim desidratado

 Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e armazene o sal em um recipiente com tampa.

 

Receita 2 

Ingredientes:

1 colher (sopa) de alecrim

1 colher (sopa) de salsinha desidratada

1 colher (sopa) de manjericão

1 colher (sopa) de orégano

½ xícara (chá) de sal refinado ou sal light

Modo de preparo:

Adicione todos os ingredientes no liquidificador ou mixer e bata até que fiquem misturados e mais finos. Conserve em um recipiente de vidro com tampa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s