Motivação: como colocar em prática as metas de início de ano

Todo ano fazemos promessas para colocá-las em prática, mas nem sempre conseguimos cumprir, fazendo com que ela seja adiada para o próximo, novamente. Isso acontece com você? Saiba que isso é algo comum com muitas pessoas e que existe sim uma forma de conseguir realizar essas promessas. O coach, educador e escritor, André Valongueiro em parceria com o comunicólogo Walmar Andrade escreveu um artigo com 10 passos que você pode seguir para conseguir pôr em prática o que já é prometido há tempos.

    principiosO primeiro passo, de acordo com os escritores é definir seus princípios. A maioria das pessoas não define seus planos pensando em “por que fazer” e sim em “o que fazer”. Na grande parte das vezes, quando isso acontece as metas não conseguem ser cumpridas. Por isso a importância de estabelecer seus princípios e hierarquiza-los antes de entrar direto em ação. Isso vai influenciar diretamente nas metas e objetivos. “Embora todos nós inconscientemente saibamos mais ou menos quais são nossos princípios, poucos são aqueles que os colocam no papel e hierarquizam tudo isso de uma forma racional”, indicam.

    O segundo passo, indica o esclarecimento da sua visão de futuro. Como você se vê quando concluir suas metas? Assim como cientistas criam soluções, você deve antes de mais nada, traçar seu destino mentalmente, para depois começar a realiza-lo. Isso nos leva ao terceiro item: definir quais as suas áreas de controle. Isso nada mais é do que classificar sua perspectiva de futuro nas áreas onde você atua (família, trabalho, amigos).

    Outra dica, é ser objetivo na hora de traçar suas metas. Quando decidimos que queremos perder peso, comprar um carro, fazer mais aventuras, não estamos definindo metas, estamos apenas sonhando. Para que sejam definidas metas é necessário saber os detalhes do que deseja fazer. Quanto peso você quer perder? Qual carro vai comprar? Que aventuras vai fazer? Depois disso, entre no quinto passo e elabore projetos e desafios para si mesmo, uma sequência de ações e hábitos que será necessário mudar para alcançar a visão de futuro que você traçou.

    arquivoPara dar sequência e de fato cumprir o que foi prometido no início do ano, é importante estar disposto a substituir hábitos ruins. Se deseja criar uma mudança que seja de longo prazo, é preciso reformar essa mudança com constância. André e Walmar dizem que “se queremos criar uma mudança a longo prazo, devemos reforçá-la constantemente”. É necessário que nos condicionemos para o êxito rotineiro e não apenas momentâneo. Quando estagnamos nesse último, dificilmente conseguiremos seguir o que já foi começado.

    Para conseguir se manter focado e na linha durante todo o ano, é importante que haja um fluxo de trabalho praticamente automatizado, para conseguir transformar qualquer demanda em uma próxima ação fácil de ser identificada e executada. Por isso, o sétimo passo é o de seguir o seguinte ciclo “coletar– processar – organizar – revisar – fazer”.

    A coleta inicia com uma busca em seus ambientes físicos (casa, escritório), seguindo de itens virtuais (redes sociais, agendas). O ato de processar deve ser realizado semanalmente, e significa apenas que você vai analisar tudo o que coletou, para decidir o que fazer. A etapa seguinte é organizar os itens que você identificou, ou seja, colocá-los nos locais corretos, com alguns marcadores específicos.

    arrow-2889040_1280Quando falamos em revisar, entramos na dica de número oito. A ideia de se manter firme nas metas e projetos começa a ser validade quando você está em contato constante com o que já foi definido. Por isso, ao menos uma vez na semana revise seus projetos e desafios e vejam quais já foram deixadas para trás. Também reveja suas metas mensalmente. Revise seus princípios, suas visões de futuro e suas metas uma vez por mês e redirecione caso algum deles tenha se modificado.

    Com esses passos é possível colocar em ação os planos que por muito tempo foram deixados de lado. Mas se você não tomar cuidado, ficar traçando metas e planejando projetos pode se tornar apenas uma distração não levando a lugar nenhum. O segredo é criar novos hábitos, agir com consistência. Se dispor a fazer o trabalho diário, cotidiano e repetitivo é a melhor forma de alcançar seus objetivo, mesmo que isso seja bem menos atraente do que formular planos mirabolantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s