Remédios fitoterápicos – O que é e como usar?

Não é de hoje que o ser humano faz uso de plantas como medicamentos. Com certeza você já usou ou conhece alguém que utilizou fitoterápicos.  Mas você sabe o que eles são e como usar? É importante destacar que plantas medicinais e fitoterápicas não são a mesma coisa e não devem ser confundidas. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, as plantas medicinais são capazes de aliviar ou curar enfermidades e têm tradição de uso como remédio em uma população ou comunidade. Já os fitoterápicos passam por um processo industrial que evita a contaminação por micro organismos, agrotóxicos ou qualquer outra substância estranha, além da exigência de   registro na Anvisa.

            É muito comum que as pessoas confundam algumas plantas medicinais com medicamentos, por isso a Anvisa fez uma lista de algumas que não fazem parte dos fitoterápicos, entre eles estão chás, que no Brasil entram na categoria alimentos.

875031

            Importante lembrar que como qualquer medicamento, os fitoterápicos podem causar problemas a saúde de quem utiliza, como alterações na pressão arterial, problemas no sistema nervoso central, além do fígado e rins. Por isso, é bom ficar atento aos cuidados necessários quando se usa esse tipo de medicamento, bem como todos os demais. Busque sempre informações com profissionais da saúde antes de iniciar o uso de qualquer remédio. Caso apresente alguma reação desagradável, apresente esse fato ao seu médico, ele saberá qual o medicamento correto para substituição. Se passar por alguma cirurgia, avise seu médico que faz uso dessa medicação. Siga as instruções do rótulo e da bula e preste muita atenção a data de validade. Nunca tome medicamentos vencidos.

            Existem algumas curiosidades sobre esse tipo de medicamento como por exemplo: alguns itens não são exatamente remédios, mas se encaixam na categoria fitoterápica, como é o caso de alguns géis, pomadas, cremes, calêndula, sabonetes entre outros. Outra coisa que merece destaque é que eles só podem ser prescritos por alguns profissionais, entre eles médicos, nutricionistas, cirurgião dentista, médico veterinário (dentro da veterinária), farmacêuticos e fisioterapeutas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s